Melhorias no sistema de liberação de domínios “.com.br”

Melhorias no sistema de liberação de domínios “.com.br”

A partir de Setembro de 2017, serão introduzidas melhorias no processo de liberação de domínios, tornando-o mais rápido e efetivo. Estas medidas atendem à resolução 2017/031 do CGI.br, http://cgi.br/resolucoes/documento/2017/031 .

O processo de liberação tem o objetivo de disponibilizar domínios “.br” anteriormente registrados e que por algum motivo foram removidos de uso.

As principais mudanças são: a periodicidade, que era quadrimestral e agora será mensal; a duração do processo, que era de 15 dias e agora será de 7 dias; e a introdução de uma fase complementar, chamada de “processo competitivo”, para os casos em que persistir um impasse com mais de um interessado em um domínio.

O primeiro processo de liberação com as novas regras terá início no dia 13/09/2017.

Quando um domínio entrar em “processo competitivo”, os interessados poderão ofertar valores para que um dentre os competidores se torne o titular do nome de domínio.

Neste primeiro processo pouco mais de 500 domínios, que já participaram de 6 ou mais processos de liberação até o último, realizado em Julho/2017, poderão participar do “processo competitivo”.

O “processo competitivo” terá também a futura missão de liberar mais de 10 mil domínios que foram acumulados com o tempo e estão indisponíveis para registro pelas antigas regras de liberação. Esses domínios serão disponibilizados paulatinamente em lotes menores, após a consolidação do “processo competitivo”.

Todas as informações, como as datas das próximas edições, listas de domínios participantes e as regras detalhadas estão documentadas em https://registro.br/dominio/proclib.html .

Site “Responsivo”?

Site “Responsivo”?

Muitas pessoas se questionam a respeito do termo “responsivo” e a sua importância

O termo “responsivo” se refere a websites que apresentam um layout, vamos dizer assim, “flexível”, que se amolda aos variados tipos de telas (desktops, tables e smartphones) confortavelmente oferecendo uma boa experiência para o usuário e apresentando o seu conteúdo de maneira adequada.

É fácil observar quando um site é “responsivo” basta acessá-lo de diferentes dispositivos e verificar se a sua apresentação se amolda ao tamanho da tela. Caso você note que a leitura se torna ruim, por exemplo, quando visualizado no seu celular, então é porque o site não é responsivo, muitas vezes obrigado vocês a utilizar os recursos de aumento (“zoom in”) e diminuição (“zoom out”) para que possa conseguir ler o seu conteúdo. Atualmente é muito provável que os seus clientes, os seus usuários, acessem o seu website não apenas através do computador de mesa (desktop), mas também do celular e por isso da importância de oferecer tal recurso.

Muito provavelmente você deve estar pensando: – Mas Luiz eu já tenho um aplicativo para a minha empresa. Bom, é induvidosamente importante que você também esteja presente nas lojas dos smartphones, mas isso somente não basta, pois muitos somente baixam aplicativos mais tradicionais, mormente para ter acesso a jogos e redes sociais, e não para ler informações sobre determinada empresa, consumindo memória do celular para usar uma ou duas vezes determinado aplicativo.

Não bastasse isso, também no que tange o SEO (“Search Engine Optimization” ou “Otimização para Ferramentas de Busca”) é importante que o seu website seja responsivo, pois o Google dá o devido valor para sites que oferecem uma boa experiência para os seus usuários, seguindo inclusive o conceito Mobile First, ou seja, priorizar os dispositivos móveis, para só então dedicar-se ao layout destinado a desktops.